Inércia Sensorial

2005-08-28

Poemetas antes de dormir

Filed under: Poetria — inerte @ 23:47

Para ela

Mãos mãos mãos
Sobre suor se flui

Neologismo fabúlico

Bobóra princerra

Piratas

Em terra fim nado

Visão do futuro

O que preciso?
Não reencarnei criança atrás à imortalidade
Morte deixou um recado, venham celebrar
Ela me deseja, meus filhos saberão como portar
Legue-me, escorram dúvidas quaisquer
Dias, anos, semanas e meses

No Comments »

No comments yet.

RSS feed for comments on this post. TrackBack URL

Leave a comment

You must be logged in to post a comment.

Powered by WordPress