Havia

Quando eu estava fazendo a prova de eliminação de conteúdo de Desenvolvimento Web na faculdade hoje, aliás é o IBTA, deu um insight e percebi como “havia” tem a mesma pronúncia que “a via”. Então resolvi bolar alguns poemetas com essa palavra.

A primeira imagem que veio, é de uma estrada por onde alguém já andou, e como tinha uma bifurcação e a pessoa escolheu um determinado caminho. Fazem alguns anos numa coluna do Cony na Folha, ele mencionou um começo de um filme do Kurosawa (pena que eu ainda não vi). Um samurai também se depara com uma bifurcação, numa delas tem um cachorro morto, ele escolha ela para andar. Tem tanto significado esse começo de filme, tanta cultura japonesa, tanto sobre as escolhas de guerreiros, que eu não teria pele sobrando nos dedos se fosse digitar tudo.

E como não pretendo ser o Kurosawa, me reservo o direito de escrever qualquer merda, afinal não tem desculpa melhor para não fazer tão bonito quando você tem coisas como essa para comparar: É, tá ruim, mas tá na média 😉

Havia

Pés paralelos não encontram o infinito

Uma paródia:

Havia uma bifurcação no meio do caminho, no meio do caminho há uma estrada

Algo religioso:

 H
AVI
 A

Algo nerd:

No meu computador Havia uma placa-mãe